Movimentos Sociais protestam contra licença de operação para funcionamento de Belo Monte

Aconteceu no dia dia 7 de maio, nas ruas de Altamira (PA), uma passeata que contou com a presença de vários movimentos sociais que atuam contra a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, maior construção em atividade hoje no Brasil (com investimentos na ordem de 30 Bilhões de reais).

7

A atividade foi marcada com a finalidade de protestar contra a concessão da última licença (conhecida como Licença de Operação, ou, L.O.) que está sendo avaliada pelo IBAMA e que permitirá ao Consórcio Norte Energia, responsável pelo empreendimento, começar as atividades da Barragem. Militantes de movimentos como os Atingidos por Barragens (MAB), Movimento de Mulheres, Igreja Católica, indígenas e o Movimento Xingu Vivo para Sempre (MXVPS) estiveram presentes.

8

Durante a passeata lideranças dessas entidades protocolizaram um documento na Justiça Federal de Altamira denunciando a obra e as condicionantes e compensações para os/as atingidos/as que ainda não foram cumpridas. “Belo Monte será a morte do Rio Xingu. O Governo precisa cumprir o que prometeu porque nós continuaremos a lutar pela população menos favorecida, por nossa cidade e região”, avaliou Antônia Melo, uma das lideranças do Movimento Xingu Vivo para Sempre.

Fonte: SOS Corpo, por Milena Barroso

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: