Ruralistas do MS criam CPI para atacar entidade que defende direitos indígenas

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul criou na última semana uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi). A decisão, bancada por deputados ligados aos interesses do agronegócio, acontece em meio a uma crescente tensão entre indígenas e proprietários de terra no estado.

Em nota, o próprio Cimi denunciou que Em nota, o Cimi fazendeiros e jagunços têm atuado como milícias armadas, desferindo mais de dez ataques contra indígenas da etnia guarani-kaiowá – chegando ao assassinato de um indígena e outros três baleados por arma de fogo no último mês.

Com histórica atuação na defesa dos direitos dos povos indígenas brasileiros, o Conselho enxerga “retaliação” de deputados ruralistas contra a “visibilidade e apoio que o Cimi vem prestando aos indígenas do Mato Grosso do Sul”, declarou o secretário-executivo da entidade, Cléber Buzatto, em entrevista à Rede Brasil Atual.

Leia a íntegra da matéria.
http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2015/09/ruralistas-do-ms-criam-cpi-para-investigar-organismo-da-igreja-que-defende-os-povos-indigenas-7397.html

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: