‘Não podemos passar a formação das juventudes para as corporações’

Cerca de 1500 educadores de todo o país participaram do 2º Encontro de Educadoras e Educadores da Reforma Agrária (Enera), que aconteceu entre os dias 21 a 25 de setembro, em Luziânia (GO). Realizado pelo MST 18 anos após a primeira edição, em 1997, o evento abriu espaço para importantes debates a respeito da educação pública brasileira, em especial no meio rural.

Entre os principais alertas levantados pelos debatedores, estão o fechamento das escolas rurais e o avanço da privatização da educação, cada vez mais dominada por grandes corporações.

Nas palavras de Roberto Leher, reitor da UFRJ, a educação deve estar sob domínio do poder público e não privado. “Temos que manter objetividade na luta política, não podemos passar a formação das juventudes para as corporações”, enfatiza.

Leia a íntegra da matéria do Brasil de Fato

http://www.brasildefato.com.br/node/33070

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: